Tendência: tag para bufê e doces da festa infantil

Por  |  0 Comentários

Decora, personaliza e ainda sede informações. O seu buffet infantil vai ficar muito mais atrativo com essa tendência!

Uma das grandes tendências do mercado de festa infantil é a tag. Colocada nas comidinhas, insere a temática e por vezes até quem é o aniversariante do dia. É para notificar, ornamentar e customizar os detalhes da comemoração.

Conversamos com a sócia proprietária da Mixirica Bombom, Marcela Kukta, e com a empresa carioca Borboletas e Favas, que nos deram dicas para que você monte as suas próprias tags. Aprenda e se inspire!

buffet-infantil-fotografia-nigo-furtado

PERSONALIZE

Para confeccioná-la o material mais usual é o papel. Dá para imprimir com diversas cores, formatos e desenhos, por isso é um dos preferidos das profissionais que criam a identidade visual da festa.

“O mais comum é a tag ser feita em papel porque é um material bem versátil. Porém, hoje em dia, está super em alta utilizar lousinhas! Você encontra no mercado vários modelos de minilousas, fica superfofo e também é possível customizar a plaquinha de madeira”, conta Marcela.

buffet-infantil-Alexandre-Feola -Priscila-Ferreira-de-Santana buffet-infantil-roselis-hess-goebel

Mas pense bem em como irá personalizar. Lembre que é uma maneira de imergir o convidado no tema, mas também é interessante que seja útil.

“O mais indicado é colocar o nome do prato, o sabor do docinho, ou os ingredientes do prato, algo que indique o que aquela comidinha é e o que ela compõe”, sugere a sócia da Mixirica Bombom.

Que tal se informasse quais alimentos têm lactose, amendoim ou outros ingredientes que causam alergias em algumas pessoas? Assim evita-se que crianças fiquem expostas a algo que tenham sensibilidade.

buffet-infantil-tag-sabores

Por outro lado, a Borboletas e Favas prefere as tags com outros elementos.

“Nos docinhos, normalmente não colocamos o nome do doce, só os símbolos da festa, a letra do nome do aniversariante ou a idade”, opina.

buffet-infantil-tematico



COMO COLOCAR

A tag pode ser colocada com palitos de madeira ou de plástico espetados. Nos doces e nos lanches é mais fácil conseguir esse efeito, pois normalmente são mais consistentes. Para quem escolheu ter ilhas de buffet infantil, o mais viável seria a inserção de tags na própria mesa, em frente ao prato.

“Dependendo da apresentação do prato pode-se amarrar a tag no recipiente, que fica bem legal também”, atenta Marcela.

buffet-infantil-mesa-Alessandra-Pinho-Photography

PRECAUÇÕES

“Temos como mantra aquela frase ‘menos é mais’. E é verdade! O indicado é colocar uma tag em cada tipo de docinho ou sabor de comida que você está expondo ou servindo. Caso esteja se repetindo em mesas diferentes, é aconselhável repetir a tag também”, explica Marcela.

Outro alerta é para quem quer inserir o nome do aniversariante nesse item. “Não indico colocar nas tags do buffet infantil porque pode confundir um pouco o convidado. O objetivo da tag é facilitar o reconhecimento dos pratos e o sabor do que está sendo servido”, adverte Marcela.

Para quem quer muito o nome do filho nessa parte, a dica da empresa paulistana Mixirica Bombom é inseri-lo junto com o nome do prato ou docinho, como por exemplo “brigadeiro do Miguel”.

buffet-infantil-nome-aniversariante buffet-infantil-rbk-fotografia

______________________________________________________________

CRÉDITOS

1. Fotografia Nigo Furtado | 2. Alexandre Feola e Priscila Ferreira de Santana | 3. Roselis Hess Goebel | 4. Rogério Porto, Leão Studio e Aurélia Berteli Fotografia | 5. RBK Fotografia, Brener Galvão, Camilla Laterce Fotografia e Leão Studio | 6. Alessandra Pinho Photography | 7. Ponto 2 Fotografia, Roselis Hess Goebel e Leão Studio | 8. RBK Fotografia

Conhece o nosso Guia de Fornecedores? Veja quem são os profissionais mais indicados pela Inesquecível Festa Infantil e acerte na escolha!

avatar

Apaixonada por crianças e por jornalismo, segue se inspirando no universo lúdico infantil e fazendo de tudo pelos sobrinhos enquanto os seus 30 e poucos não chegam com a vinda da cegonha.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *