7 temas com decoração rústica

Por  |  0 Comentários

Tem bombado na festa infantil! A decoração rústica veio com tudo e ficou. Saiba como implantá-la.

Dê um chega para lá nas modernidades do mundo atual e vem reviver o frescor do campo! A empresária do Tania Zyff Estúdio de Festas, de São Paulo, garante que dá para usar em qualquer tema! Basta um toque campestre para dar a leveza que o ambiente precisava. Siga as dicas e arrase na próxima produção!

PREPARATIVOS

A decoradora Tania Zyff adotou a decoração rústica como o seu próprio estilo de trabalho. “Coloco mais plantas do que flores e muita madeira.” Em um bate-papo com a Inesquecível Festa Infantil & Teen, ela contou que insere itens rústicos em diversos temas, inclusive os mais delicados, como a festa princesa, em que ela mesclou com coisas fofas.

A dica dela é você ir anexando pequenos objetos, assim um comunica com o outro, dando harmonia à ornamentação mesmo com tipos diferentes.

“Caixotes e banquinhos de madeira… Livro revestido de juta também dá pra fazer com aplicação de renda. Fica mais chique”, explica.

O contrário é válido também. A decoração rústica pode utilizar de outros elementos, pelo menos é o que acredita a Tania. Por serem mais comuns as cores cobre ou dourado nessa linha, a dica é usar porcelana e vidro, que são materiais que se dão bem nessas tonalidades.

decoracao-rustica-porcelana-rbk-fotografia-arte-digital decoracao-rustica-porcelana-fernanda-nickel decoracao-rustica-indio-heitor-villela



decoracao-rustica-plantas-flores-renata-chagas decoracao-rustica-costa-verde-studio-fotografico decoracao-rustica-studio-leo-serpa decoracao-rustica-natural-profilm

______________________________________________________________

CRÉDITOS

1. RBK Fotografia e Arte Digital | 2. Fernanda Nickel | 3. Heitor Vilella | 4. Renata Chagas | 5. Costa Verde Studio Fotográfico | 6. Studio Leo Serpa | 7. Profilm

Conhece o nosso Guia de Fornecedores? Veja quem são os profissionais mais indicados pela Inesquecível Festa Infantil e acerte na escolha!

avatar

Apaixonada por crianças e por jornalismo, segue se inspirando no universo lúdico infantil e fazendo de tudo pelos sobrinhos enquanto os seus 30 e poucos não chegam com a vinda da cegonha.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *